COBAL FICA!

A luta pela preservação da Cobal do Humaitá não terminou com o tombamento do mercado por interesse histórico e cultural pelo governo do Estado, no final de novembro de 2019. A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab – órgão do Ministério da Agricultura) segue não renovando os contratos dos comerciantes ali instalados. A quarentena adiou as notificações, mas os comerciantes temem que quando todos os oficiais de justiça voltarem ao trabalho isto seja intensificado. A estratégia é esvaziar o lugar – que atualmente conta com 32 de seus 85 espaços ocupados – para alegar falta de uso. Criada no ano passado e liderada por Milene Bedran, proprietária dos estabelecimentos Las Brutas e Vivant, a Associação dos Empresários da Cobal do Humaitá lançou um abaixo assinado contra o fim da Cobal do Humaitá, que funciona no local desde 1971. Assine aqui.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: