PRESENTES DE NATAL PERTO DE CASA

Casa arrumada e decorada, ceia encomendada, agora só faltam os presentes. Este ano, o tradicional Bazar da Hípica, os circuitos de arte e os eventos de pequenos empreendedores não acontecerão. Pandemia obriga. Uma exceção é o Bazar O Sol, que adotou o formato on-line para vender seus produtos (ver matéria da coluna Alamedas). Entretanto, ideias boas e bonitas não faltam por aqui. Sem falar das iniciativas solidárias, que preenchem o coração e a alma, como o Bazar da Santa, em funcionamento na Gávea.

Baseado no conceito de comércio justo e sustentável, o Atelier Bzz vem organizando todas as quintas-feiras o Grand Bazzar da Quinta, na Galeria dos Correios, das 11h às 18h. O espaço da galeria já havia sido utilizado por Rosane Lopes, dona do estabelecimento, para viabilizar a venda de máscaras feitas por mulheres da baixada, no início da pandemia, quando as lojas ainda estavam fechadas. O Bazzar é uma amostra do garimpo da comerciante pelo mundo, conectando os continentes com peças étnicas e orientais. Há promoções progressivas de bijuterias, pashminas e túnicas, a partir de R$ 20,00. Mais informações: 2137-0847 / 98134-4236.

Há 15 anos no Jardim Botânico, o Atelier Fernando Jaeger tem como proposta móveis feitos sob encomenda, que podem ser customizados pelo cliente a partir da escolha da madeira, cor, medidas e revestimento. No mesmo endereço, na rua Corcovado 252, funciona também uma linha de mobiliário exclusiva para pronta entrega: a FJ | Pronto pra Levar, com ideias sob medida para presentear. A coleção é inspirada no dia a dia das pessoas e nas várias possibilidades de combinação de texturas e materiais, como a espreguiçadeira Carioca (R$ 828,00), com estrutura em madeira maciça garapeira com lonas e o porta guarda-chuva Anjo (R$ 570,00), feito de aço carbono com pintura KTL, ambos em diversas cores. Telefones: 2274-6026 / 2274-7115 / 98558-161.

Seguindo a linha de design com estilo, as peças da Kakau Höfke chamam a atenção.  O Rio de Janeiro com suas curvas e o Cristo Redentor estão presentes nas peças, como o Kit Botânica (bolsa e necessaire em tecido lavável e forro de microfibra, a R$ 110,00) e o par de canecas (com estampa do Corcovado e do calçadão de Ipanema, a R$ 45,00). O kit com quatro máscaras, inclui uma com estampa exclusiva de Kakau Höfke e outras três com dupla face (R$ 68,00 o jogo). A cada kit vendido, uma máscara é doada para o projeto @riosemfome: “Escolhi esta instituição porque eles têm feito um trabalho muito bacana durante a pandemia. E não se esqueça, quem ama protege, use máscara e, se puder, fique em casa”, avisa a designer. As vendas são todas pela lojinha virtual. Contato: kakauhofke@gmail.com e pelo Instagram.

Os pets não foram esquecidos e terão direito a presente no pé da árvore de Natal. A loja Sanidad Animal, no comecinho da rua Lopes Quintas, sugere a roupinha em tie dye (R$ 39,90), a coleira de bandana (R$ 16,80) e uma toalha de banho personalizada (R$ 29,90). As encomendas podem ser feitas por telefone: 99303-6113.

Uma das organizadoras do Circuito das Artes do JB há mais de 20 anos, Cattia Capistrano não parou sua produção de estampas artesanais em tecidos e papéis exclusivos na pandemia. Um dos destaques da atual coleção são os guarda-chuvas. Na Manufatura, de Christiana Lee, o forte é a encadernação, com lombadas redondas ou retas, com ou sem costura aparente, com parafusos, em papel ou tecidos. “Mesmo que a vida tenha passado para o digital, as agendas ainda estão sendo muito procuradas neste Natal”, admite ela, que mantém sua “loja”, no Instagram, em alta.

Muitos moradores do Horto correram para criar suas redes sociais para escoar seus produtos, que, até o ano passado, eram vendidos em feiras culturais e de pequenos empreendedores organizados nesta época do ano na região. Como a pandemia não passou, tais eventos nem chegaram a ser cogitados e, por isso, a artesã Cristina Santos da Costa (99069-4501) precisou se preocupar mais com a venda das bolsas de contas e de crochê, além dos bonecos de amigurumi, novidade deste ano.

Gláucia Kleinpaul também está investindo em amigurumi. Ela aprendeu a fazer os bonecos de crochê com a técnica japonesa para dar um presente à neta Laura. Os pedidos começaram quando sua filha Bianca, moradora do Humaitá, passou a divulgá-los em suas redes sociais. Atualmente, além das bonecas e bichinhos fofos, Gláucia faz personagens da Disney e da Marvel, sendo os mais vendidos o Baby Yoda e a Princesa Leia, da saga Star Wars. Os preços vão de R$ 35,00 a R$ 140,00, dependendo do tamanho, em média 30% a 50% mais baratos do que nas lojas tradicionais. A nova tendência são os amigurumis personalizados, igual aos pets. Com o aumento das encomendas, Gláucia criou a marca Lalamigurumis, em homenagem à netinha.

Para quem ainda está respeitando o isolamento social, um rápido tour pelo Jardim Botânico pode completar a lista de Natal com canecas personalizadas da Parceria Carioca; case de celular com alça na Dona Coisa; chapéus da Casa Soma; roupas e acessórios do Coletivo Secreto; brincos Swarovski do Atelier Beatriz Carvalhaes; e ensaio fotográfico de família por Regina Reis.

Livros são sempre uma ótima opção para dar e receber. Algumas dicas são “Ecochefs: parceiros do agricultor”, do Instituto Maniva; “Flor de Menina”, de Giselle Melo; “Aquelas coisas todas”, da cantora e compositora Joyce Moreno.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: