CASA COR 2021 OCUPA A RESIDÊNCIA BRANDO BARBOSA

A Residência Brando Barbosa, na rua Lopes Quintas, recebe a 30ª edição da mostra Casa Cor Rio de Janeiro, de 2 de março a 25 de abril. O evento será realizado tanto na área externa, de 12.000m2, como no casarão de 2.500m2, construído em 1860 e reformado na década de 1950 pelo casal Odálea e Jorge Brando Barbosa. Tombado pelo Instituto Estadual do Patrimônio Cultural (Inepac) desde 1998, o imóvel ocupa um quarteirão inteiro entre as ruas Lopes Quintas, Zara, Engenheiro Pena Chaves e Presidente Carlos Luz. Há mais cinco anos, o palacete foi doado ao Museu de Arte Sacra de São Paulo, visando à preservação da casa e de seu imenso acervo de cerca de quatro mil peças de arte garimpadas em antiquários, conventos, sedes de fazenda e igrejas do interior do Brasil, como uma banheira de mármore que pertenceu à dona Teresa Cristina, esposa de Dom Pedro II, e uma mesa de seis metros, com 24 cadeiras.

A história da propriedade começa no auge da cafeicultura do Brasil no Rio de Janeiro, no século XIX. A primeira construção no local foi obra da família Faro, com o objetivo de ser a sede da Chácara da Floresta. Com a corte portuguesa já morando no Brasil, o local foi palco dos primeiros encontros entre D. Pedro I e a Marquesa de Santos. Anos mais tarde, foi residência do médico e sanitarista Oswaldo Cruz. Após sua compra pelo casal Brando Barbosa, a mansão passou a ser palco de festas com importantes personalidades da sociedade carioca, artistas nacionais e estrangeiros, políticos – como o Presidente Juscelino Kubitschek – e chefes de estado estrangeiros em visita à cidade, além de ter sido cenário de inúmeras novelas da vizinha TV Globo.

Como a abertura do Instituto Brando Barbosa ao público não chegou a acontecer, quem quiser conhecer a mansão por dentro pode aproveitar a edição histórica da mostra Casa Cor. Este ano, o evento reúne 57 profissionais, que decoraram 38 ambientes entre espaços internos, pátios e jardins do palacete. Os participantes optaram por revitalizar e valorizar os detalhes originais da arquitetura antiga, com sancas, portais, vitrais, painéis de azulejo e tetos decorados. Destaque para a Biblioteca, de Andrea Chicharo (foto); a Suíte de Hóspedes, de Ângela Leite Barbosa e Daniel Marques Mendes; e a Cozinha dos Amigos, de Anna Malta e Andrea Duarte.

A arquitetura original da casa principal, com amplos janelões e portas, garante uma boa ventilação ao imóvel. Mesmo assim, respeitando as medidas sanitárias vigentes, a visitação será um pouquinho diferente este ano. No momento da compra do ingresso, será necessário agendar o horário de visitação, limitado a duas horas para percorrer os 23 ambientes da casa principal. Para visitar os jardins, onde ficam 15 ambientes de lazer, não haverá restrição de horário. Outra novidade é que a mostra poderá ser visitada também à distância, graças a um guia digital com vídeos interativos e tours em 3D.

Após a realização da CASACOR Rio 2021, o Instituto Brando Barbosa (IBB) manterá a mansão aberta como local de encontros para os interessados em arte, cultura e educação.

Casa Cor 2021 – Edição de 30 anos
Residência Brando Barbosa: Rua Lopes Quintas 497
Funcionamento: de terça a sábado, das 12h às 22h. Domingos e feriados, das 10h às 20h.
Ingressos a partir de R$ 35,00.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: