DESTAQUES DA PRIMEIRA LIVE JB EM FOLHAS E HISTÓRIAS

A primeira Live do JB em Folhas e Histórias, realizada em 25 de fevereiro, reavivou antigas memórias dos bondes, da Fábrica de Tecidos Corcovado, da Lagoa Rodrigo de Freitas e do Jardim Botânico do Rio de Janeiro. Os principais destaques, porém, foram as lembranças que os três convidados guardam do Bar Jóia, em diferentes momentos. A museóloga Ana Cristina Vieira lembra quando o estabelecimento era uma espécie de secos e & molhados, que vendia artigos importados, atraindo clientes como a cantora lírica Gabriela Besanzoni e a família Mariani, “os dois milionários na época”, explicou Ana. A atriz e diretora Cacá Mourthé contou que era tradição familiar frequentar o Jóia após os ensaios do Tablado, na década de 1970. Já Guido Gelli, ex-diretor do JBRJ, revelou que a ideia do Abraço à Lagoa – ação da campanha de Fernando Gabeira ao governo do estado, em 1986 – surgiu nas mesas do bar.

A conversa confirmou a praça Pio XI como ponto de encontro de diversas “patotas”, do futebol às festas juninas e arrasta-pés embalados por vitrolinhas desde a década de 1950. A orla da Lagoa, antes de seu processo de urbanização, também foi lembrada com a Feira da Providência e o apelido “Belém-Brasília”, atribuído à avenida Borges de Medeiros por seu péssimo estado de conservação.

Quem perdeu a live ou quer rever tudo é só entrar no canal do JB em Folhas no YouTube e conferir.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: