TESTE IGG VERIFICAM A IMUNIDADE

Em sua crônica semanal no jornal O Globo, o fotógrafo e morador do Jardim Botânico Leo Aversa lança a pergunta: “E se a vacina foi de vento?”. Além da perversidade de situações de simulação da aplicação de doses da vacina contra a COVID-19 verificadas no país, o início da campanha de vacinação – ainda que de forma lenta no Brasil – vem alimentando as esperanças da população pela retomada da rotina a que as pessoas estavam habituadas antes de a pandemia ter sido deflagrada. A ansiedade e a expectativa acabaram gerando o aumento da demanda por exames capazes de confirmar a eficácia da vacina no Lach Laboratório:

– Tem muita gente querendo saber se a vacina “pegou” ou se, por já ter tido contato com o vírus, desenvolveu anticorpo. Isso levou a um aumento da procura pelo teste IgG para verificar a imunidade à COVID-19 – observa a diretora do Lach Barbara Lucena.

Antes que alguém pense que a biomédica não recomenda a vacinação, ela explica que há situações em que é recomendado apenas adiar a ação: “Pessoas que estão com COVID-19 ou com suspeita da doença devem esperar quatro semanas após o surgimento dos primeiros sintomas. As únicas pessoas que não devem tomar a vacina são aquelas que estão grávidas, lactantes, portadoras de alguma patologia crônica que o seu médico desaconselhe ou que já tiveram reações alérgicas a algum de seus componentes, mas na dúvida, procurar um médico que conheça sua história clínica, é o mais indicado pois ele saberá dizer se a vacina é indicada ou não”, reforça Barbara.

Os testes IgG disponíveis no Lach Laboratório abrangem o segmento S1 completo e avaliam a imunidade produzida pós vacina ou infecção (mesmo assintomática), detectando aqueles anticorpos que têm capacidade de neutralizar o vírus. Ou seja, os anticorpos com potencial para impedir a ligação do vírus às células e sua consequente replicação dentro do corpo. Por isso, são chamados de anticorpos neutralizantes ou de inibição viral. A aplicação destes testes sorológicos tem dupla função: verificar a imunidade da população e a duração da resposta e da titulação de anticorpos contra a COVID-19 para efeitos de monitoramento e pesquisa, uma vez que o tempo de proteção imunológica ainda é incerto.

De todo modo, vale lembrar que as vacinas são o primeiro passo para o fim da pandemia do novo coronavírus, mas a imunidade não começa imediatamente após tomar a segunda dose. Uma pessoa pode ser infectada logo após se imunizar. Isso não quer dizer que não funcionou, apenas que seu o sistema imunológico ainda não teve tempo para criar a resposta imune ou que há necessidade de algum reforço. Como qualquer outra vacina, nem todo mundo que toma fica imunizado. A resposta é sempre individual. Vale lembrar que a vacina não impede que haja contato ou transmissão do COVID-19, pois a proteção conferida pelos anticorpos é contra a doença por ele causada, como acontece com todas as outras vacinas.

Cada organismo reage de uma forma, dependendo de fatores como a faixa etária e o próprio sistema imunológico da pessoa. Em geral, a proteção é verificada de duas a três semanas após a segunda dose. Este é o período médio necessário para a criação anticorpos neutralizantes, que barram a entrada do vírus nas células.

Como a vacinação é uma ação coletiva, é importante esperar até que uma grande parte da população tenha sido imunizada antes de voltar aos antigos hábitos, a fim de evitar contaminar outras pessoas, já que o indivíduo que tomou a vacina ainda pode transmitir o vírus. Ou seja, “mesmo quem já foi imunizado precisa manter as medidas de segurança, como o uso de máscara, distanciamento e higienização constante das mãos”, adverte Barbara.

LABORATÓRIO LACH
Rua Jardim Botânico 512: exames, vacinas, EMS, osteopatia, fisioterapia, terapias, nutrição e estética.
Rua Jardim Botânico 468: apenas para exames de COVID-19.
Atendimento de domingo a domingo, das 7h às 19h.
Para coleta na unidade, não é necessário agendamento.
Para coleta domiciliar, é possível agendar 24h por dia no site www.lach.com.br.
Por telefone (21) 2549-8141 ou WhatsApp (21) 98143-1136, agendamento de segunda a sexta, das 8h às 22h / sábados e domingos, das 8h às 19h.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: