NOVOS CAMINHOS PARA OS FRETES

Todo mundo, pelo menos uma vez na vida, já precisou contratar um serviço de frete ou carreto. A pandemia reduziu o trabalho de quem sempre viveu de ajudar a mudança de endereço das pessoas, espalhando incertezas e impondo cuidados especiais. Neste cenário, levou vantagem quem viu a oportunidade em diferentes formatos para acompanhar as novas necessidades geradas, como mudanças para outras cidades, compras on-line, malote empresarial, transporte de equipamentos para manutenção, entregas rápidas e com hora marcada.


André Luís Rodrigues (foto), morador da Rocinha, foi motorista de táxi por 11 anos até comprar um veículo para fazer carretos, em fevereiro de 2019. Os amigos foram seus primeiros clientes. Além do boca-a-boca, André inscreveu seu serviço no aplicativo GetNinjas – uma mão na roda tanto para quem procura como para quem oferece serviços – e só tem recebido elogios. Sinal de que o negócio vai bem:

– Tenho atendido em toda a Zona Sul do Rio de Janeiro e feito muitos fretes para Belo Horizonte e São Paulo. Com a pandemia, surgiu também a demanda para levar mudanças para casas de praia. Já estou até pensando em comprar um veículo um pouco maior, para atender melhor a clientela – conta ele, que também monta e desmonta armários e faz o atendimento sempre com máscara e álcool gel para ele e seus dois funcionários.

No quesito tradição, Adyr Estevão (foto abaixo) é campeão de audiência. Só de Jardim Botânico são 33 anos de atividades, e muitos moradores já sabem que, para encontrá-lo, é só passar na rua Visconde da Graça, onde seu caminhão costuma ficar estacionado. Aliás, foi assim que tudo começou. Ele era motorista do hospital da Lagoa e vinha trabalhar com sua Kombi, que deixava estacionada na mesma rua, perto da Speed Bike. Naquela época, ele frequentava o boteco da Dona Maria e assim surgiram pequenos fretes. Hoje, ele conta com sempre com um ajudante, que pode ser seu filho ou o neto de 18 anos.


Na faixa dos 70 anos, Adyr não parou de trabalhar durante a pandemia, embora reconheça que o volume de chamados diminuiu. Já vacinado com as duas doses contra covid-19, ele não abre mão dos cuidados necessários para evitar a doença em seu dia a dia.

– Estou sempre de máscara e mantenho álcool gel à mão. Para entrar na casa das pessoas, já vou logo tirando os sapatos, nem é preciso pedir – avisa o morador de São Gonçalo.

O dermatologista João Avelleira é cliente antigo do Adyr. Há mais de 20 anos, a produção do Suvaco do Cristo contrata os serviços de Adyr, inclusive no dia do desfile, quando ele segue junto com a bateria, levando os instrumentos de percussão. “Já o contratei o Adyr em diversas situações e o atendimento sempre foi nota 10. É pessoa de confiança”, afirma o médico e presidente do bloco.

Apesar de seguir todos os protocolos, Hélio da Silva Rodrigues vem sofrendo com a falta de chamados de clientes antigos, como a Escola Parque, as lojas Parceria Carioca e Betty Borges, da Venda de Garagem, para quem prestou serviço por cerca de 25 anos. Ele garante que ao longo de todo esse tempo nunca havia faltado trabalho: “Antes eu chegava a passar serviços para colegas; agora, os chamados acontecem uma vez por semana”, explica ele, que tem buscado completar sua renda com a revenda de objetos reciclados.

Saber usar novas ferramentas digitais – como redes sociais e contas comerciais no WhatsApp – faz toda a diferença. É o caso da Faceli Entregas, cuja conta é verificada e possibilita a visualização de produtos e detalhes do negócio. Criada em 2017, a empresa começou oferecendo serviços de motoboy e, atualmente, trabalha com cooperativas de entregadores, que possuem motos, carros e até caminhões para pequenas mudanças: “Na pandemia, além da coleta e entrega de documentos, passamos a transportar também celulares e outros equipamentos eletrônicos que precisam de manutenção”, explica Fábio César Lima, fundador da empresa.

Adyr Estevão: 99935-9359 (WhatsApp)
Aldo: 97975-1769 (WhatsApp)
André Luís Rodrigues: 96424-1734 (WhatsApp)
Arivaldo: 97633-9488 (WhatsApp)
Faceli Entregas: 98257-8559 (WhatsApp)
Hélio da Silva Rodrigues: 98323-2090 (WhatsApp)
Leo: 99090-9931 (WhatsApp)
Marcus: 99184-4163 (WhatsApp)
Nildo: 99607-5340 (WhatsApp)
Severino: 99642-4966 (WhatsApp)

Um comentário em “NOVOS CAMINHOS PARA OS FRETES

  1. Fico grato,por essa oportunidade de nos apresentar aos leitores,e,todos que compõe está associação.
    Nossos trabalhos são de responsabilidade,e de confiança. Grato!!!!

    Curtir

Deixe uma resposta para Hélio da Silva Rodrigues filho Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: