MAIS UM PARECER FAVORÁVEL À ESTAÇÃO GÁVEA

Depois de o Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro ter determinado que as obras do metrô na Gávea (foto: Jornal da PUC-Rio / Weiler Filho) tivessem continuidade, o movimento “Anda, Metrô Gávea” – formado por associações de moradores da Gávea, do Alto Rebouças e de São Conrado e outras entidades, incluindo a Concessionária Rio Barra (CRB), que detém a concessão da Linha 4 – recebeu um reforço de peso para sua luta. Um parecer elaborado pela Fundação para o Desenvolvimento Tecnológico da Engenharia (FDTE), da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (USP), concluiu não ter havido sobre-preço nem superfaturamento na obra da Linha 4 do metrô. O parecer quebra o principal argumento do Governo do Estado do Rio de Janeiro contra a continuidade da construção paralisada desde 2015, pressionando a conclusão definitiva da estação. Em abril, o governador anunciou que preferia gastar uma soma relevante em um projeto de reforço estrutural do buraco de 50 metros de profundidade para mantê-lo sem uso do que concluir o trabalho que já está 43% realizado. Vale lembrar que tal decisão do governador não resolve definitivamente nem a questão estrutural nem a de mobilidade.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: