DESCASO CAUSA INCÊNDIO NA COBAL

Não é de hoje que os comerciantes da Cobal Humaitá vêm alertando sobre o estado de abandono e esvaziamento do mercado. Desde 2019, os empresários têm lidado com ameaças de despejo, falta de manutenção do espaço, dificuldades para renovar a licença de funcionamento e para a quitar débitos. No último sábado, a crise foi agravada por um incêndio, que atingiu o mezanino e parte do telhado, afetando estabelecimentos como o Galeto Mania, que segue fechado.

Vista aérea da Cobal

Em comunicado, a Associação de Moradores do Humaitá (AMAHU) diz que a suspeita é que o incêndio tenha sido originado na parte elétrica. O Corpo de Bombeiros, que atuou rapidamente no controle do incidente, afirma que não apura causas, mas que está à disposição de administradores de edificações para sanar quaisquer dúvidas sobre o processo de regularização. De acordo com o CBMERJ, a Cobal Humaitá possui um processo de TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) tramitando na Diretoria de Serviços Técnicos da corporação. A presidente da Associação de Empresários da Cobal, Milene Bedran, não tem acesso a esse documento, uma vez que a administração do espaço é da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), órgão do governo federal. Na última quarta-feira, dia 19 de janeiro, a Associação de Empresários da Cobal enviou uma notificação à Conab, alertando para o “estado calamitoso e decrépito que se encontram estruturas dos telhados e dos quadros de energia elétrica do Hortomercado”, informando sobre o incêndio do dia 15/1 e cobrando urgência no reparo do telhado. A Conab tem um prazo técnico de 15 dias para se manifestar.

Em comunicado anterior à notificação da associação, a Conab diz que “reconhece a importância social, cultural e econômica dos centros comerciais (Cobal Humaitá e Leblon)” e que “é de total interesse da Companhia que os locais se mantenham abertos e em pleno funcionamento”. A nota diz ainda que as tratativas para melhorias na qualidade da prestação dos serviços e modernização e adequação das instalações, visando maior segurança e acessibilidade para os usuários, encontram-se em estágio avançado, com expectativa de resultados nos primeiros meses de 2022. O que se vê até agora, porém, neste primeiro ano do cinquentenário da Cobal Humaitá, é luto e incerteza.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: