POLÊMICA EM TORNO DE OBRA DE ARTE NO JBRJ

A obra de arte In Vitro-Rio – instalação pictórica do artista, professor e arquiteto Mario Fraga inaugurada em setembro de 2020 – é a mais nova polêmica nas aleias do Jardim Botânico do Rio de Janeiro. A obra (foto de Luciana Tancredo) é composta de 36 módulos de vidro laminados de 3,20 x 1,20 cada peça, pintadas a mão pelo artista e está exposta na alameda que dá acesso à estufa Mestre Valentim.

No abaixo-assinado organizado contra a retirada da instalação, o artista explica que o projeto foi aprovado pela Secretaria Especial de Cultura e acordado com a Presidência do Instituto Jardim Botânico do Rio de Janeiro em 2019. A conclusão da instalação da obra ocorreu pouco antes da pandemia, coincidindo com o início de uma nova gestão do parque, que solicitou a retirada das peças, sem diálogo com o arquiteto. Segundo Mario, no contrato não havia menção de retirada nem orçamento para isto, e a operação apresenta um alto risco de danificação das peças. Desde então surgiu um impasse. A diretoria do JBRJ anunciou que 6 de fevereiro seria o último dia da exibição, e o artista organizou uma manifestação na mesma data, à qual compareceram poucas pessoas. Não se sabe se fez efeito ou não, mas a obra permanece no local.

Enquanto nada se resolve, estão em curso uma ação judicial pela permanência da obra e um abaixo-assinado: https://www.abaixoassinado.org/abaixoassinados/56375

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: