O PALACETE LAGE NO TEMPO DE QUINTA GABRIELLA

Em “Vozes de Batalha” (Editora Planeta), Marina Colasanti faz um retrato da sociedade carioca das décadas de 1920-40, tendo como ponto focal a intimidade do casal Henrique Lage e Gabriella Besanzoni, de quem a autora era sobrinha-neta. Ele, brasileiro e um dos maiores magnatas de nossa história, grande empreendedor e responsável por avanços significativos na infraestrutura do país em seu tempo. Ela, italiana e cantora lírica, contralto de enorme sucesso na Europa e na América Latina. Juntos, moldaram o círculo social e cultural da então capital do Brasil, vivendo naquele que hoje é um dos cartões postais mais emblemáticos do Rio de Janeiro: o Parque Lage.

Construído especialmente para a cantora, o palacete da Quinta Gabriella, no livro, serve de cenário para relatar a vida cotidiana de uma família, com direito a intrigas, romance e muito glamour. O fio condutor são as lembranças da autora, que ali morou, quando mudou para o Brasil, em 1948, a convite de sua tia-avó, que teve outros casamentos e travou longa luta judicial pelo espólio de Henrique Lage. Tudo isso de forma leve, traço do texto de Marina Colasanti, que escreve como se estivesse no café do parque, relatando um de seus causos.

Vozes de Batalha
Marina Colasanti
Tusquets Editores
304 páginas
R$ 28,54

Um comentário em “O PALACETE LAGE NO TEMPO DE QUINTA GABRIELLA

  1. Pingback: LIVE RECEBE MARINA COLASSANTI E LENA TRINDADE – JB em Folhas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: