OUTROS LUGARES BACANAS DA ZONA SUL

Não é de hoje que as belezas das praias cariocas são cantadas em verso e prosa. Agora, Copacabana, Ipanema e Leblon ganharam um olhar cuidadoso, com histórias de moradores e pessoas que ajudaram a criar sua fama, como pode ser lido em “Que lugar bacana!”, novo lançamento da editora Portunhol.

O livro, com capa dura, tem texto assinado pelo jornalista Aydano André Motta e fotos de Paulo Marcos de Mendonça Lima, além de diagramação de Luis Carlos Moreira Rocha, o Maraca. Ao longo das suas 192 páginas, ele promove um passeio pelas ruas desses bairros, contando um pouco da sua história.  No prefácio, a historiadora Claudia Braga Gaspar escreve como era difícil o acesso a tais lugares, distantes do centro da cidade. Ela lembra que foram os bondes que ajudaram na urbanização da área, no fim do século XIX. Outro meio de transporte comum naquela época eram os botes, que saíam da antiga Praia da Piaçava (onde hoje fica a Igreja Santa Margarida Maria), na Lagoa Rodrigo de Freitas.

Em Copacabana, estão lá a Festa da Sombrinha, que promovia a socialização do banho de mar, em 1920; o começo do bar Cervantes, que era uma padaria fundada por um alemão; e a fama da boate Barbarela, que recebia de Tim Maia ao baterista do U2, Larry Muller Jr.  Sobre Ipanema, não faltam as histórias do Pier, da banda de Ipanema e da famosa “garota”, que ganhou o mundo na voz de Tom Jobim.  Já o Leblon ganhou destaque com Jardim de Alah, que ficou famoso por conta de um filme – que leva o seu nome – feito em Hollywood, com Charles Boyer e Marlene Dietrich.  Mas nem tudo é glamour, e o capitulo também fala da Cruzada São Sebastião e da valorização imobiliária que tirou mais de 150 favelas da região, incluindo a famosa Praia do Pinto, com mais de 20 mil moradores.

Enfim, é tirar as havaianas, deitar na rede e se deleitar com as muitas histórias destes bairros que encantam diariamente moradores e turistas, apesar das suas mazelas. E como se trata do Rio de Janeiro, entre as fotos de Paulo Marcos estão também as imagens icônicas de Augusto Malta, o paparazzi mais ilustre da Cidade Maravilhosa.

Que lugar bacana! – Copacabana, Ipanema, Leblon
Texto de Aydano André Motta
Fotos: Paulo Marcos de Mendonça Lima
Editora Portunhol
192 páginas
Preço: R$90

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: