UMA CASA PARA GENTE QUE FAZ

A casa de cor laranja na rua Visconde de Carandaí sempre foi movimentada. A partir dos anos 1980, foi produtora de alguns programas da Globo, como Xou da Xuxa e Serginho Groissman. Tanto que até hoje a caixa de luz da casa tem registros destas passagens. Hoje, o movimento é de profissionais de diferentes segmentos, que dividem o coworking Casa Fazedoria, presente no bairro há 15 anos.

O espaço vem sendo adotado por um número cada vez maior de empresas e pessoas, como alternativa ao home office, facilitando a reunião de equipes e diminuindo as dificuldades de locomoção. Com isso, a Fazedoria tem registrado aumento da procura por parte de moradores da região, que têm preferido trabalhar perto de casa:

– Aqui cada um tem seu ritmo, bem flexível. Tem gente que vem só de manhã, outros que não vêm todo dia, além de pessoas que fazem questão de vir, nem que seja só para arejar a cabeça, ver gente – explica Alexandre Aragão, um dos sócios da Fazedoria.

Inicialmente, a casa foi alugada pela agência de marketing promocional WeDo, que foi abrindo espaço para seus parceiros e colaboradores, como o artista multidisciplinar e diretor de arte Batman Zavarese. O conceito de coworking já funcionava ali e sua expansão foi algo natural. Segundo Aragão, essa foi a maneira encontrada pela empresa de tirar a casa da conta de despesas, transformando-a em mais um de seus negócios.

Uma das primeiras pessoas a embarcar na proposta foi Gabriela Haber, que entrou em 2016 e segue usufruindo as vantagens do coworking da Fazedoria até hoje, mesmo tendo se mudado do Jardim Botânico para Gávea: “Eu adoro. O clima de lá é superbacana, você encontra pessoas, faz amizades, tem confraternizações. Formei grandes amigos”, atesta a fundadora da startup Leve Fotos, plataforma de organização de álbum de fotos por What’sApp.

Marquinhos e Aragão à frente da Casa Fazedoria

Durante a pandemia, o aluguel foi mantido graças à renegociação do valor do contrato e, aos poucos, os espaços estão voltando a ser ocupados. As duas salas que estavam vazias até maio, já ganharam novos locatários, e a sala compartilhada, que sempre foi o forte do lugar, conta com novatos: “Nosso objetivo é agregar empresas e pessoas interessantes para networking e troca de ideias. A dinâmica é interessante e é reforçada por eventos internos, como o dia da pizza e do churrasco”, observa Marcos de Oliveira, gestor do espaço.

Atualmente, o espaço abriga alguns departamentos da Wollner, o aplicativo Shareitt Brasil e profissionais de eventos, sustentabilidade, turismo, arquitetura e audiovisual. Até restaurantes da região, como o Escama, Grado e Ella, estão aproveitando a infraestrutura do coworking para centralizar suas atividades administrativas. Lara Toledo, Head de Desenvolvimento de Mercados Internacionais no Insight Timer, vai à Fazedoria três vezes por semana. Ela é a única funcionária do aplicativo gratuito de meditação na América Latina, cuja maior parte do time trabalha na Austrália, Filipinas, Índia e em países europeus.

– Embora eu ame a flexibilidade do home office, eu vinha me sentindo um pouco distraída trabalhando em casa. Procurei um coworking para variar o ambiente e para me sentir mais imersa na atmosfera de foco e produtividade que só um local propriamente de trabalho pode oferecer. Na Fazedoria, encontrei muito mais do que isso: conheci outros profissionais, me aproximei de negócios locais e até participei de eventos com os novos colegas! Acho que, por ser uma casa, o espaço traz esse aconchego e informalidade propícios para que as pessoas se conectem – explica a profissional.

Casa Fazedoria
Rua Visconde de Carandaí 28
📞 (21) 99874-5223

Um comentário em “UMA CASA PARA GENTE QUE FAZ

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: