ALERJ EM DEFESA DO METRÔ GÁVEA

A Associação de Moradores e Amigos da Gávea conseguiu mobilizar a Comissão de Acompanhamento das Empresas Públicas Inativas, da Assembleia Legislativa do Estado, para a realização de uma audiência pública na semana passada para buscar uma solução para a estação de metrô do bairro. Estiveram presentes os deputados Adriana Balthazar e Dionísio Lins; o presidente da AMAGávea René Hasenclever, sua vice, Luiza Carneiro, e o advogado da Associação, Alexandre Magalhães; além de representantes do Tribunal de Contas do Estado e da sociedade civil. A Secretaria Estadual de Transporte (Setrans) e concessionária RioTrilhos não enviaram ninguém para discutir o assunto e buscar uma solução definitiva para a obra que, além de custosa, põe em risco todo seu entorno. Responsável pela execução das obras, a RioTrilhos mandou apenas um documento, em que reconhece sua responsabilidade pela manutenção dos canteiros, monitoramento da estabilidade dos poços e edificações vizinhas. Segundo a deputada Adriana Balthazar, “há uma falta de vontade política”, uma vez que o Estado está com dinheiro em caixa, graças à venda da Cedae. Resta saber se há interesse, em ano eleitoral, de equacionar o imbróglio judiciário, técnico e processual. Quem tiver interesse, pode assistir à íntegra da sessão aqui.

Canteiro de obras da estação Gávea abandonado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: