SENTIDO COMUM DE 12 ARTISTAS BRASILEIROS

A relação entre a fotografia e a pintura, e questões como uma revisão crítica da história de modo a destacar a relevância dos negros, indígenas e mulheres, e ainda o universo LGBTQIA+, estão presentes na exposição “Sentido Comum”, em cartaz na Anita Schwartz Galeria até 20 de agosto. A coletiva reúne trabalhos de Camila Soato, Douglas de Souza, Herbert de Paz, Igor Rodrigues, Marcelo Amorim, Maria Antonia, Marjô Mizumoto, Mônica Ventura, O Bastardo, Pedro Varela, PV Dias e Rafael Carneiro, oriundos de diferentes cidades brasileiras, em sua maioria com idades próximas aos quarenta anos, e com trajetórias já conhecidas no circuito da arte.

Segundo a curadora Bianca Bernardo, as pinturas partem de imagens fotográficas retiradas de acervos pessoais, arquivos, revistas, jornais, livros e internet: “A exposição apresenta um grupo de artistas brasileiros que investigam as consonâncias e conflitos entre a pintura e a fotografia contemporânea”, explica. Algumas questões percorrem as obras apresentadas, como uma revisão histórica de modo a destacar a relevância dos negros e indígenas no Brasil, e que, apesar de subjugados, resistem.

Exposição “Sentido Comum”
Anita Schwartz Galeria de Arte
Rua José Roberto Macedo Soares, 30 – Gávea
Até 20 de agosto de 2022
De segunda a sexta, das 10h às 19h; sábados das 12h às 18h.
Entrada gratuita

Um comentário em “SENTIDO COMUM DE 12 ARTISTAS BRASILEIROS

  1. Pingback: TEATRO, MÚSICA E ARTES NA AGENDA CULTURAL – JB em Folhas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: