Caras do JB

ALBERTO SARAIVA FALA SOBRE SEU PAPEL NA EAV

O principal desafio do museólogo, professor e curador é administrar a afluência de público a um dos pontos mais “instagramáveis” do Rio de Janeiro.

PACIÊNCIA E BOA VONTADE FAZEM A DIFERENÇA

Em homenagem ao Dia do Porteiro, comemorado em 9 de junho, Célio Rodrigues, o Celinho da praça Pio XI, fala de seu dia a dia pessoal e profissional.

ATIVISMO DE LAILA ZAID VAI ALÉM DO DIGITAL

A principal atuação da atriz Laila Zaid atualmente é no segmento socioambiental. Ela compartilhará suas vivências na edição 2022 do LivMundi, em junho, no Parque Lage.

À MODA DE HET DE CARVALHO

Dona do brechó Só Traças, que acaba de completar 30 anos no Humaitá, apostou na tendência de reutilização de roupas e objetos quando ninguém falava nisso.

O ALTO ASTRAL DE PATRÍCIA SAUER

Assim como o portão da Sauer Danças, a bailarina e coreógrafa mantém seu coração sempre aberto para quem quer que seja.

CINCO PERGUNTAS PARA FÁBIO DUTRA, DA AMAHOR

Na luta pela permanência das famílias do Horto, o presidente da associação de moradores convida a todos a conhecerem a história da região e do próprio JBRJ.

PELAS LENTES DE LENA TRINDADE

Natureza – seja praia, seja floresta – está sempre no foco da fotógrafa Lena Trindade, moradora do JB há 40 anos. (Foto: Chris Martins)

A FORÇA FEMININA À FRENTE DA COBAL

Proprietária do restaurante Vivant e presidente da Associação de Empresários da Cobal, Milene Bedran não foge à luta pela preservação do hortomercado.

AS TRILHAS DE BRÁULIO FERREIRA PELO JB

O comerciante acaba de completar 25 anos de trabalho no Mercado Afonso Celso. Sua vivência no entorno da pracinha Pio XI é bem mais antiga e intensa.

ECOS DO CANTO LIVRE DE NARA NO HORTO

Isabel Diegues e José Bial – filha e neto de Nara Leão – falam do envolvimento pessoal e profissional na série documental que retrata a cantora, e da rotina deles no Horto.

MARIA CLARA GUEIROS, CONHECE?

Reconhecida por personagens engraçadas, a atriz está no ar na novela “Nos Tempos do Imperador”, como Vitória, uma arqueóloga que se vê obrigada a cuidar de dois sobrinhos.

ALENTO PARA A VIDA VOLTAR AO NORMAL

O ator e DJ Rodrigo Penna toca no Réveillon do Maguje e, em janeiro, reedita a festa Alento, na área externa da Casa Camolese.

BIGODE EM FILMES E LIVROS

O cineasta Luiz Carlos Lacerda lança, entre outras coisas, o filme “Nelson Filma o Rio”, em homenagem a Nelson Pereira dos Santos, dia 13/12, no Festival do Rio.

AS MEMÓRIAS AFETIVAS DE MARIA HELENA

A psicanalista mora no Jardim Botânico desde os anos 1950. Seu apartamento foi ponto de encontro de artistas e intelectuais nas duas décadas seguintes.

AS HISTÓRIAS DE ROGÉRIO EMERSON COM O JB

A vida do iluminador sempre esteve relacionada ao bairro e suas instituições sagradas, como O Tablado, o bloco Suvaco do Cristo e o Parque Lage.

UMA VIDA EM TORNO DAS CRIANÇAS

Moradora do Humaitá, Eliane Munk abriu a loja de brinquedos Roda Pião, há 38 anos, para ficar mais perto de seus filhos.

MULHER-ONÇA EM DEFESA DA CULTURA NACIONAL

Em cartaz nos cinemas com o filme “Homem Onça”, Silvia Buarque fala sobre seus valores e dia a dia no Jardim Botânico. Foto: Chris Martins.

ERNESTO NETO E SUAS INÚMERAS CONEXÕES

Artista descobriu sua vocação em curso de escultura em barro da Escola de Artes Visuais do Parque Lage. Renomado no Brasil e no exterior, ele está com exposição na galeria Carpintaria.

OS MUITOS PERCURSOS DE EMERSON DE SOUZA

Atual presidente da AMAHOR é músico e produtor cultural. No Horto, é conhecido como neto da Tia Elza e do Seu João “Giba”, e sobrinho da Emília. (foto: Chris Martins)

CLAUDIO MANOEL, O AMIGO DO BUSSUNDA

Série documental “Meu amigo Bussunda” é o mais recente trabalho do diretor, que circula pelo JB desde os tempos de escola.

DE GERAÇÃO PARA GERAÇÕES

Seu Toninho, como é conhecido o proprietário da Lavanderia Santa Helena, lembra de quando havia mais casas do que prédios nas ruas no Jardim Botânico.

DESPEDIDA DO MESTRE DO SABOR E DA SIMPATIA

Depois de 30 anos circulando pelo Jardim Botânico, o chef Batista leva seu tempero para outras freguesias. (Foto de Fábio Rocha – Globo)

UM CONTADOR DE CAUSOS NA SÉCULO XX

Há mais de 50 anos, Armando Ascenção trabalha na tradicional padaria da família. Do balcão, fez muitas amizades, algumas delas ilustres, como Tom Jobim.

A NATUREZA DO HORTO EM PESSOA

Nascido e criado na região, Roberto Fonseca atua na limpeza do Rio dos Macacos há 20 anos, além de resgatar cobras e outros bichos e devolvê-los para a mata.

A NOVA VERSÃO DE DANIEL HERZ

O diretor tem experimentado diferentes formas de realizar seu trabalho ao longo da pandemia, contornando as atuais limitações.

IN MEMORIAM – HELIO FERNANDES

O jornalista e morador do Jardim Botânico Helio Fernandes faleceu, em casa, de causas naturais, no dia 10 de março de 2021, aos 100 anos.

XICO CHAVES FAZ DA ARTE SUA ARMA

Das duas, uma: ou você já cruzou com o artista ou com a série “Caras de Pau”, em que ele junta folhas, sementes e outros resíduos para formar rostos-caricaturas naturais.

AS DOCES LEMBRANÇAS DE CÂNDIDA DIAZ

A intérprete e tradutora criou seis filhos – entre eles os atores Chico e Enrique Diaz – no Jardim Botânico, onde mora desde 1968.

AS MUITAS FACETAS DE BATMAN ZAVAREZE

O artista gráfico e digital, cenógrafo, videoartista e diretor de arte está por trás das mais variadas produções culturais no Brasil e no mundo.

ROSANE LOPES FAZ A PONTE ENTRE RIO-PARIS

Rio de Janeiro e Paris ocupam um lugar especial na vida de Rosane Lopes, conhecida no bairro por ter disponibilizado máscaras em sistema “pegue-pague”, na porta de seu Atelier Bzz.

DICAS DE ALIMENTAÇÃO DE GABRIELA KAPIM

Longe da TV neste período de pandemia, a nutricionista Gabriela de Mattos Gonçalves tem se dedicado a alimentar o Canal da Kapim no YouTube e a lives em seu perfil no Instagram.

BETTY BORGES VÊ A VIDA DE SUA GARAGEM

Betty Borges mora há 72 anos no bairro e, há 28, transformou sua garagem em loja de móveis, louças e utensílios usados.

ERNESTO PICCOLO É A CARA DA GÁVEA

Workaholic, o ator e diretor Ernesto Piccolo não parou de trabalhar nem mesmo durante a pandemia. A entrevista está em Caras do JB.

COMERCIANTE MAIS ANTIGO DO JB EM ATIVIDADE

Devido a problemas de saúde, o Sr. Morgado anda afastado do dia a dia do Bazar Lagoa, mas, quando aparece, é sempre de máscara.

UM PARALAMA A PÉ PELO JB

O baterista João Barone mora no JB há 25 anos e, em tempos normais, frequenta os estabelecimentos da rua Maria Angélica.

AS CARAS DA CASA DA TÁTA

O restaurante Da Casa da Táta completou 20 anos. Por trás dessa história de sucesso, está o casal Marta Jubé e Álvaro Albuquerque, moradores da Gávea há cerca de 30 anos.

FLÁVIA OLIVEIRA

Moradora da Fonte da Saudade, Flávia Oliveira fala dos desafios como jornalista negra no jornal, no rádio e na TV.

DAVID PINHEIRO – 70 ANOS DE JB

David “Sambarilove” Pinheiro nasceu e vive até hoje no Jardim Botânico. Descubra algumas de suas histórias nesses 70 anos de bairro.

OS CRUZAMENTOS DE PEDRO LUÍS COM O HUMAITÁ

Se quiser aprender sobre a geografia do Humaitá, fale com o cantor e compositor Pedro Luís (foto: Nana Moraes), que acaba de completar 60 anos e frequenta o bairro desde a década de 1970.

LEILANE NEUBARTH

Saudades? Longe do estúdio e da telinha, a jornalista segue se cuidando, escrevendo, gravando vídeos e fazendo lives.

CLÉLIA BESSA: CINEMA E CÂNCER

Tudo vira filme ou série nas mãos da produtora de audiovisual Clélia Bessa, que mora no JB há cerca de 30 anos.

OS MUITOS TEMPOS DE PAULINHO MOSKA

Aos 53 anos de idade, cerca de 35 de carreira artística e 16 de JB, Paulinho Moska tem muitas percepções do tempo.

QUARENTENA ZEN

Varrer o quintal, dar aula de yoga, cozinhar, meditar. Assim a pandemia vai passando para Luís Igreja, terapeuta corporal, diretor de teatro e audiovisual, e um dos curadores da sessão Despertar, do LivMundi.

MARCIA QUINTELA

Marcia Quintela é a atual cara do JBRJ, ou ao menos dos produtos vendidos na lojinha da Associação de Amigos do Jardim Botânico, localizada no Centro de Visitantes do parque. A designer mora no Humaitá há 20 anos e captou a alma do parque e da região como ninguém.

BETTY GOFMAN

Depois de cinco meses em Petrópolis, onde se abrigou da pandemia com a família, a atriz Betty Gofman está de volta ao Jardim Botânico e, aos poucos, começa a retomar sua rotina. Depois de voltar como Dona Bela na edição especial da Escolinha do Professor Raimundo –

LUIZE VALENTE

Correr e escrever são exercícios constantes na vida da jornalista, roteirista e escritora Luize Valente. Os verbos, contudo, não se misturam em seu dia a dia. Desde que deixou a cobertura de acontecimentos internacionais na Globonews, em 2016, ela não corre para escrever, nem escreve correndo. Agora, a pressa só se justifica para ajudar as…

TEMPORADA PRODUTIVA PARA TONI PLATÃO

Quarentena pode ser sinônimo de trabalho. Pelo menos é assim que o cantor e compositor Toni Platão (Ilustre Morador da edição 30, em 2009) está encarando esse período. Da segunda quinzena de março para cá, ele lançou um single e fez o clipe de divulgação do mesmo; gravou voz para uma outra música de um outro projeto seu

ANA CAROLINA FERNANDES

Se tem alguém que é a Cara do JB, esse alguém é a fotógrafa Ana Carolina Fernandes. Filha de um jornalista e de uma professora, ela nasceu na casa da família na rua Engenheiro Alfredo Duarte, correu o mundo com seu olhar atento, mas seu porto seguro continua sendo aqui.

MARCOS PALMEIRA

Nossa terra tem palmeiras e não só as Imperiais, trazidas de longe e plantadas no Jardim Botânico do Rio de Janeiro. O ator Marcos Palmeira fincou raízes no bairro há mais de 20 anos e costuma dizer que daqui só sai para o mato, ou melhor, para sua fazenda Vale das Palmeiras. Foi exatamente isso…

RODRIGO SANTOS

Para o músico Rodrigo Santos, o saldo positivo da pandemia foi o reforço dos laços familiares. O isolamento abriu novas frentes de trabalho para ele, que compôs cerca de 70 músicas e participou de mais de 30 lives ao longo da quarentena. Em abril, lançou o CD “Cazuza em Bossa”, com Roberto Menescal e Leila Pinheiro;…

GILDA MATTOSO

Nunca houve uma assessora de imprensa como Gilda Mattoso. Última mulher de Vinícius de Moraes, Gilda é referência na cultura nacional e amiga pessoal de grandes nomes da MPB, como Caetano Veloso, Maria Bethânia e Gilberto Gil, além do saudoso Tom Jobim, para citar alguns. A carreira teve início no departamento de imprensa da Gravadora…

Carregando…

Ocorreu um erro. Atualize a página e/ou tente novamente.

%d blogueiros gostam disto: